34º Exp. de Pirassununga SP 2017

Olá amigos,

A UNO agradece aos amigos da COP – Clube dos Orquidófilos de Pirassununga, SP, pela ótima recepção aos convidados e pela excelente exposição de orquídeas realizada.

DSCF7236


Plantas destaques da exposição (pódio)

cliquem na foto para ampliar

Identificação das plantas e proprietários

Adotamos a nomenclatura das plantas segundo KEW (Royal Horticultural Society)

01 – Dendrochilum arachnites, de Miriam Ryuko Tanaka do Círculo Orquidófilo Sorocabano, da cidade de Sorocaba, SP.

02 – Cattleya nobilior, de Valmir Achiles Oliveira do Círculo Americanense de Orquidófilos, da cidade de Americana, SP.

03 – Dendrochilum tellenum, de Chuah Siew Ling do Círculo de Orquidófilos de Poços de Caldas, da cidade de Poços de Caldas, MG.

04 – Cattleya pumila, de Márcio Silveira do Orquidário Márcio Silveira da cidade de Oliveira, MG.

05 – Paphiopedilum Maudiae var. alba (Paph. callosum x Paph. lawrenceanum), de Kiyoko Iwamato da Associação Campineira de Orquidófilos, da cidade de Campinas, SP.

06 –  Cattleya coccinea var. aurea, de Orquídeas&Cia da Associação dos Orquidófilos de Valinhos, da cidade de Valinhos, SP.

07 – Scaphyglottis sickii, de Haroldo W. C. e Maria A. S. de Toledo da Associação Orquidófila Piracicabana, da cidade de Piracicaba, SP.

Nome aceito (KEW): Scaphyglottis sickii Pabst, Orquídea (Rio de Janeiro) 18: 7 (1956).

Sinônimo: Scaphyglottis signata I.Bock, Orchidee (Hamburg) 35: 180 (1984).

Origem/Habitat

América do Sul das Guianas ao Peru, incluindo Venezuela, Colômbia, Equador e Brasil. As plantas crescem em árvores, arbustos e troncos em florestas úmidas, desde o nível do mar até 1100 m. Elas geralmente crescem em locais claros, em pequenas árvores perto de córregos entre 300 e 800 m de altitude.

Tamanho e tipo de planta

Planta epífita esbelta, aglomerada, erecta a espalhada e ocasionalmente pendente, que cresce de 4 a 20 cm de altura. As correntes de crescimento desenvolvem-se com até 5 níveis de hastes superpostas que emergem das pontas de hastes mais antigas.

As folhas podem chegar até 7,0 cm de comprimento por cerca de 0,7 cm de largura sendo um pouco torcida no ápice e costumam cair quando o novo tronco se desenvolve em seu ápice.

Uma única flor, com cerca de 2 cm, surge em cada inflorescência. As flores no conjunto de espigas no topo de cada crescimento geralmente abrem em sucessão ao longo de um período de tempo.

08 – Cattleya loddigesii, de Márcio Silveira do Orquidário Márcio Silveira da cidade de Oliveira, MG.

09 – Dendrochilum yuccifolium, de Antonio Fernando e Ana Maria Ollita da Associação Orquidófila Piracicabana, da cidade de Piracicaba, SP.

10 – Cattlianthe Tropical Trick, de Paulo Roberto Pascoalim do Círculo Orquidófilo Sorocabano, da cidade de Sorocaba, SP.

11 – Epidendrum Crystal Valley, de José Edno Marozi do Círculo Orquidófilo Sorocabano, da cidade de Sorocaba, SP.

12 – Cattleya rupestris, de Eliezer  Antonio da Silva da Associação Orquidófila Piracicabana, da cidade de Piracicaba, SP.

13 –  Cattleya lueddemanniana, de Valmir Achiles Oliveira do Círculo Americanense de Orquidófilos, da cidade de Americana, SP.

14 – Catasetum galeritum, de Roberto Lucatelli da Associação dos Orquidófilos de Santa Cruz das Palmeira, da cidade de Santa Cruz das Palmeira, SP.

15 – Cattleya Winterland (Cattleya Francis T. C. Au x Cattleya loddigesii), de Sergio Nazareno Privatte do Clube dos Orquidófilos de Pirassununga, da cidade de Pirassununga, SP.


Amigos que colaboraram na avaliação das plantas e na organização do evento

IMG_9140

Em pé: Faita, Luiz Amâncio, Clair, Márcio Silveira, Cláudio, Setti, Geraldo, Flávio, Mathias; agachados: Xavier, Cecilia, Jordão e Ferronato.


Cliquem nos dizeres em azul abaixo para verem os detalhes


Fotos de diversas plantas expostas


Fotos de plantas destaques de cada associação


Fotos diversas sobre o evento


Fotos dos expositores recebendo lembranças


Relação de plantas e medalhas por associações


Relação de plantas e medalhas por expositores membros da UNO

Obs: Uma vez que não possuímos na nossa base de dados informações sobre os expositores das associações que não são membros da UNO, não é possível detalharmos as medalhas individualmente dos mesmos. Pedimos que nos desculpem!


Agradecemos a todos os visitantes pela divulgação do nosso trabalho em prol da orquidofilia brasileira !

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s