Cattleya percivaliana – história

IMG_7480

A Cattleya percivaliana foi descoberta por William Arnold quando ele estava viajando em uma área remota nas montanhas da Venezuela.

Arnold escreveu para o Sr. Sander, em dezembro de 1881, dizendo que tinha tropeçado em cima de uma Cattleya bonita que acreditava ser uma nova espécie.

Coletou 30 plantas e enviou 10 para o Sander nos Estados Unidos e 20 levou para a Inglaterra.

Quando as plantas chegaram, Frederick Sander persuadiu seu amigo, o botânico H.G. Reichenbach, a escrever uma descrição botânica da planta para que ele pudesse começar a vendê-la como uma nova espécie de Cattleya.

mguacuDSCF6119a

Reichenbach, com alguma relutância e considerável comentário filosófico, apresentou formalmente a C. percivaliana ao mundo hortícola em 17 de junho de 1882 (The Gardeners Chronicle – página 796).

Em sua descrição, Reichenbach lamentou que ele tinha apenas algumas flores secas, duas plantas sem flor e algumas notas de Frederick Sander.

Reichenbach terminou dizendo: “Se um jovem botânico tivesse tempo e meios, poderia fazer um grande trabalho viajando com o propósito de estudar a Cattleya labiata e com essa melancólica observação, Reichenbach descreveu a C. percivaliana como: “Cattleya labiata variety percivaliana”.

Frederick Sander ficou furioso, pois Reichenbach chamando a C. percivaliana de uma variedade da C. labiata, ele tinha diminuido o valor comercial das plantas de Sander pela metade.

Reichenbach nomeou posteriormente esta planta de Cattleya percivaliana, para homenagear o Sr. R.P. Percival de Birkdale, Southport, Inglaterra, que era um entusiasta produtor privado de orquídeas, descrito por seus amigos como “o genial orquidário de Birkdale”.

Ao contrário de muitas pessoas cujos nomes aparecem na nomenclatura das orquídeas,DSCF5876 Percival levou sua orquídea a sério.

Quando Reichenbach foi criticado por escrever muitas coisas desagradáveis sobre a C. percivaliana, Percival enviou a ele um buquê de flores de seus melhores clones para mostrar-lhe que a C. percicvaliana era realmente uma planta adorável.

Percival exibiu a C.percivaliana em exposições de flores em todos os lugares e em 1884 recebeu dois Certificados de Primeira Classe da Royal Horticultural Society, um para um clone grande e ricamente colorido e outro para um clone da variedade alba.

Como espécie de Cattleya, a. percivaliana é distinta e fácil de identificar.

Frederick Sander, seu maior promotor, sentiu que ninguém poderia confundi-la com qualquer outra espécie e “um garoto poderia pegá-la com os olhos vendados em uma estufa”.

Dizendo isso, Sander deve ter assumido que o menino a farejasse, porque sua fragrância é única e basta cheirá-la uma vez para ser capaz de identificá-la a partir de então.

Outra importante característica de identificação da C. percivaliana são as cores dos seus labelos.

C_percivaliana_tipo_Ceci_#3_1645_150611_1O labelo tem tipicamente uma cor laranja profunda intensa na garganta e na sequência um roxo profundo na parte mais baixo.

Sander descreveu esta cor como tendo “riqueza extraordinária”, e Reichenbach comparou-a a “um tapete persa em que as cores deslumbrantes prevalecem”.

Na natureza, a C. percivaliana é encontrada em altitudes que vão de 1200 a 2000 m acima do nível do mar como epífitas, portanto em regiões de clima ameno.

Em seu habitat, durante a noite, ocorre muita neblina e portanto elas recebem humidade constante.

São frequentemente encontradas também em rochas e expostas ao sol, porém com ventos constantes que refrescam suas folhas sendo rodeadas de samambaias que proporcionam boa humidade.

As flores das plantas nativas possuem cerca de 12 cm de diâmetro mas as de laboratório, com melhorias genéticas, chegam a apresentar de 16 a 17 cm.

Em estufas, o ideal é cultivá-las em locais amenos com boa ventilação e com tela de sombreamento de 50% para que recebam bastante luminosidade.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s